A decisão de comprar um imóvel na Flórida não é uma tarefa tão simples quanto escolher um restaurante para almoçar no domingo. Possivelmente, antes de decidir bater o martelo, você já pesquisou bastante sobre o assunto, já entrou em contato com alguns profissionais e já percorreu (ainda que virtualmente) inúmeros imóveis para ter uma ideia do que está sendo ofertado e de quanto a negociação pode custar ao seu bolso. É bem provável que também já tenha se informado acerca de toda a parte burocrática para o fechamento do negócio, mas as dúvidas ainda insistem em aparecer. E tudo bem! Apesar do processo de compra de um imóvel nos EUA ser mais simples do que no Brasil, estamos falando de uma outra cultura e de diferentes procedimentos, e é normal que você não saiba de tudo. Para ajudar a organizar as ideias, confira esse pequeno passo a passo:

1. Escolher um corretor de imóveis.

Conforme foi explicado no post O papel do corretor de imóveis nos EUA, você não precisa entrar em contato com vários agentes diferentes, só precisa de um. Através do profissional escolhido, você vai ter acesso a todos os imóveis disponíveis na região que deseja investir, e é ele quem vai filtrar, com base nas suas preferências e necessidades, o que se encaixa melhor no seu perfil. A escolha de um bom corretor é essencial para que o trabalho comece e se desenvolva sem tropeços, por isso, é importante levar alguns fatores em consideração:

  • Conhecimento de mercado. Não tenha medo de fazer perguntas sobre a vizinhança, sobre a valorização da área e sobre possíveis vendas que ele já tenha feito na mesma zona que você deseja adquirir seu imóvel. Além do conhecimento das regras e políticas que regem o mercado, é crucial que o agente esteja familiarizado com a região.
  • Facilidade na comunicação. A questão do idioma pode ser um verdadeiro problema se você não fala inglês fluente e o profissional sequer sabe que o idioma oficial do Brasil é o português (e não espanhol, como muitos imaginam). Escolha alguém que conheça o seu idioma, mas que, acima de tudo, seja acessível na comunicação. Se a pessoa passa várias semanas sem entrar em contato, não responde suas mensagens ou e-mails, não atende suas ligações e não disponibiliza informações de contato nos seus canais, fuja. Essa comunicação entre corretor e comprador é de extrema importância para afinar as ideias e concluírem, juntos, a meta de comprar uma propriedade. (Como americana e filha de brasileiros – fluente nas duas línguas – e anos de experiência na região do sul da Flórida, me coloco à disposição para ajudá-lo. Fique à vontade para entrar em contato comigo, sem compromisso, pelo e-mail desiree@corretoraflorida.com ou pelo celular/Whatsapp (+1) 954-993-4246).
  • Comissão. No processo de compra e venda, a comissão do corretor de imóveis nos EUA é paga pelo vendedor, e não pelo comprador.

comprar um imóvel na Flórida

2. Pré-qualificação para o financiamento.

Para conseguir um empréstimo junto a uma instituição financeira nos EUA, o comprador precisa comprovar a renda para gerar, através do mortagage broker (um corretor de financiamento), uma carta de pré-qualificação. Este documento serve para legitimar junto ao proprietário do imóvel a condição de arcar com os custos da negociação. Este passo é importante principalmente nos casos em que o imóvel recebe várias ofertas, dando ao proprietário a segurança de escolher a oferta, com base no documento, o candidato mais propenso a honrar a transação. Caso o pagamento do imóvel seja à vista, esse passo não é necessário.

3. Encontrar o imóvel.

Este certamente é o estágio mais interessante em todo o processo de compra! A busca pelos imóveis fica a cargo do seu agente, mas é importante ter uma ideia do que você quer. Pense que no diretório de imóveis que o profissional consulta existem milhares de residências com todas as características possíveis, portanto, a informação não pode ser tão vaga. “Quero uma casa de 3, 4 ou 5 quartos com um jardim na frente” não é o tipo de dado que vai ajudar o corretor. Ainda que você tenha uma certa flexibilidade com a quantidade de quartos, por exemplo, as demais necessidades precisam se informadas: é importante ter uma escola no bairro? Você quer uma casa em uma área mais urbana ou em um condomínio em que as casas sejam mais isoladas? A intenção é morar com a família ou disponibilizar o imóvel para aluguel por temporada? Em uma simples conversa com o agente, vocês podem ajustar pontos importantes como os exemplos citados.

comprar um imóvel na Flórida

4. Fazer uma oferta.

Uma vez encontrado o imóvel, o comprador pode fazer uma oferta para o proprietário. Esse passo corresponde a um contrato de compra e venda com o pagamento de um sinal. Só depois que a oferta é aceita é que o processo realmente começa. Nesse ponto, o investidor precisa do auxílio de alguns profissionais, como coordenador de transação, mortgage broker, avaliador de imóvel, dentre outros, e fornecer a documentação por eles solicitada para dar andamento ao processo e concluir a compra da propriedade. Mas não se assuste com a quantidade de pessoas envolvidas! Todos os profissionais citados já fazem parte da equipe do corretor. Ao me escolher como sua agente, por exemplo, já tenho o respaldo da minha própria equipe e rede de contatos para ajudá-lo a fazer a negociação fluir da maneira mais descomplicada possível.

Comprar um imóvel nos Estados Unidos não é nenhum bicho de sete cabeças, mas é preciso saber por onde começar e ter a ajuda de um profissional capacitado para que o processo seja 100% satisfatório. Se você precisa de ajuda, entre em contato comigo, Désirée Ávila – sua corretora de imóveis na Flórida, pelo e-mail desiree@corretoraflorida.com ou pelo celular/Whatsapp (+1) 954-993-4246 para um atendimento totalmente personalizado.