A proliferação das informações sobre o mercado imobiliário e a quantidade cada vez maior de plataformas com anúncios de imóveis têm facilitado bastante a vida do consumidor na hora da pesquisa. No entanto, a revolução digital para esse segmento de mercado não minimiza a importância do corretor. Apesar de ser uma coisa positiva, essa avalanche de informações às vezes atrapalha mais do que ajuda, especialmente para os clientes que não têm tempo, paciência ou um mínimo de conhecimento sobre o setor.

A relação entre cliente e agente deve ser, antes de tudo, de muita confiança, seja para comprar ou vender o imóvel. No post O papel do corretor de imóveis na Flórida falamos sobre a importância e as atribuições do agente, neste post queremos chamar atenção para os sinais de alerta que devem ser observados na hora de escolher um corretor imobiliário.

1. O agente sugere preços inflacionados ou desvalorizados. Se você estiver querendo vender o seu imóvel, o corretor não pode superestimar e nem depreciar a sua propriedade. Os profissionais credenciados utilizam a mesma plataforma para consulta, portanto, eles têm acesso aos mesmos imóveis do banco de dados e podem, a partir daí, formar o preço com base em residências na mesma área. Um imóvel superestimado pode deixá-lo empacado, ao passo que um imóvel com preço muito baixo pode deixar os possíveis compradores desconfiados.

2. A função de corretor imobiliário é apenas um bico. Não há problema algum em fazer trabalhos paralelos para complementar a renda, mas tenha em mente que dedicação é um fator importante. O profissional ideal é aquele que entende do mercado e está sempre atualizado e disponível para atendê-lo. Como vendedor, você deve esperar que o profissional ofereça sua casa a compradores em potencial; como comprador, é essencial que o corretor possa dedicar um tempo para conversar com você e mostrar imóveis de acordo com o seu perfil.

3. A pessoa é da família. Trabalhar com familiares é complicado na maioria dos casos. A menos que a pessoa seja um profissional super conceituado, esqueça. Negócios são negócios, e trabalhar com aquele sobrinho que acabou de entrar para o ramo e não entende nada do mercado imobiliário só vai trazer estresse e dor de cabeça. Busque alguém que realmente tenha a capacidade de fazer o melhor em seu benefício.

4. O agente não conhece a região. É importante que o corretor imobiliário conheça sua área de atuação. Não adianta expandir o leque de opções entre vários lugares distantes, por exemplo, e não conseguir dar conta quando um comprador em potencial pedir informações.

5. Cobrança muito baixa de comissões. Se você é o comprador, nenhuma comissão vai ser cobrada. Já para quem está vendendo o imóvel, existe uma variação de 5% a 10% do valor do imóvel a ser repassado para a agência e/ou corretor. Barganhar não é pecado, mas tenha em mente que quanto mais baixa for a comissão, menos interesse o agente terá em mostrar a sua casa a compradores em potencial.

6. A pessoa não trabalha com imóveis em determinada faixa de preço. Alguns agentes se especializam em certos nichos, como imóveis de luxo. Se você estiver buscando uma propriedade na faixa dos US$ 250,000, por exemplo, não adianta procurar um corretor que só trabalha com imóveis acima de US$ 10 milhões.

7. O corretor não sabe negociar e nem possui uma equipe. Em alguns casos, a parte mais importante do processo não é encontrar o imóvel certo, e sim fechar a transação. O agente precisa orientar o cliente para que este consiga ser pré-aprovado na oferta e que possua a documentação em dia para evitar surpresas. A maior parte dos agentes conta com uma equipe que auxilia o investidor ao longo do processo, se o seu corretor não conhece todas as etapas da negociação e nem tem o respaldo de outros profissionais, é melhor buscar outro!

Além dos pontos listados, o feeling também é essencial na hora de escolher um agente imobiliário. Por isso me coloco à disposição, sem compromisso, para conversar e tirar as suas dúvidas. Fale comigo, Désirée Ávila Wilcox – sua corretora de imóveis na Flórida – pelo e-mail desiree@corretoraflorida.com ou pelo celular/Whatsapp (+1) 954-993-4246 para afinarmos nossas ideias!