Um pouco de leitura sobre os Estados Unidos já deve ter sido mais do que suficiente para você ver a palavra county saltitando na sua frente. Os counties são subdivisões territoriais administrativas dentro de cada um dos 50 estados norte-americanos (no Alasca essas subdivisões levam o nome de distritos, e na Louisiana recebem o nome de paróquias). Além de ter administração própria, cada condado possui também uma cidade sede, e é nela que se concentra a gestão e o conselho administrativo. O estado da Flórida possui 67 counties, dentre os quais destacam-se os condados de Miami-Dade e Broward, que englobam cidades importantes, como Miami e Fort Lauderdale, respectivamente.

condados de Broward e Miami-Dade
Restaurante Little Brazil. Sabor brasileiro nos EUA, com unidades em Miami Beach e Boca Raton.
Condados de Broward e Miami-Dade: Latinos, sí señor!

Um das diferenças mais marcantes entre os condados de Miami-Dade e Broward, apesar da curta distância geográfica, é a latinidade que revoa os ares de Miami-Dade, especialmente em Miami. É na sede e cidade mais populosa do condado que a cultura latina exerce maior influência desde os anos de 1960, especialmente a cubana, quando Fidel Castro assumiu o poder e os cubanos aportaram em Miami fugindo do sistema político do próprio país. Na década seguinte, fatos semelhantes aconteceram com residentes do Haiti e da Nicarágua. Mais recentemente, venezuelanos e brasileiros, fugindo da crise econômica dos seus respectivos países, também encontraram no calor da Flórida um arrimo para um recomeço em solo estadunidense.

Ouvir e falar espanhol e português nas ruas e ambientes de trabalho é tão comum em algumas cidades do “Sunshine State”, que para o então estudante universitário Marcelo Ferreira, que chegou aos Estados Unidos no final da década de 1990 em busca de uma vida mais promissora e do aprendizado da língua inglesa, o primeiro desafio foi aprender espanhol e desistir de aperfeiçoar o inglês. “Todos os meus colegas de trabalho eram em maioria cubanos, colombianos e brasileiros. Aprender espanhol foi fácil, mas voltei ao Brasil com o mesmo nível básico de inglês que tinha antes de ir”, confessa Marcelo.

condados de Broward e Miami-Dade

A presença de moradores advindos da América Central e América do Sul em Miami é tão marcante que existem até bairros tipicamente latinos, como o Little Havana, onde a cultura cubana é destacada nas ruas coloridas cheias de comércio e restaurantes típicos. E em se tratando de restaurantes e atrações culturais, a cada passo dado pelas cidades do condado de Miami-Dade é possível se deparar com restaurantes brasileiros, peruanos, chilenos, dentre tantas outras nacionalidades. E não estranhe se encontrar uma bandeira verde e amarela na fachada de algum estabelecimento…

Estilo de vida americano

O condado de Broward, por sua vez, apesar da grande presença de brasileiros que vêm descobrindo a região de Fort Lauderdale – sede do condado – não perdeu sua atmosfera tipicamente americana. Enquanto o condado de Miami-Dade possui uma população total de 67.7% de residentes de origem latina e hispânica, o número cai para 28.7% no condado de Broward, segundo dados de 2016 do United States Census Bureau.

“Eu gostaria de ter meus filhos 100% fluentes em inglês antes de aprenderem espanhol”, conta Juliana Renner, autora do blog Flórida de Perto, justificando um dos motivos que a levaram a escolher Fort Lauderdale em vez de Miami. “Não tenho nada contra o fato de existirem muitos imigrantes hispânicos, mas gostaria que meus filhos estivessem perfeitamente integrados à cultura americana”, pontua.

A decisão de Juliana tem total fundamento. Ainda segundo o United States Census Bureau, fazendo um comparativo entre Miami e Fort Lauderdale do idioma falado em casa, mais de 76% das pessoas em Miami falam alguma língua que não o inglês, enquanto que em Fort Lauderdale o inglês predomina em mais de 61% das residências. Levando em consideração a quantidade de latinos em Miami-Dade, de acordo com os dados supracitados, é elementar que o espanhol é mais do que um segundo idioma no condado.

condados de Broward e Miami-Dade
Tranquilidade, qualidade de vida e um estilo tipicamente americano em Fort Lauderdale.
Melhor x pior: uma questão de perspectiva

Não existe o melhor e o pior nessa comparação entre os dois condados, tudo depende do ponto de vista e do propósito. Para quem busca uma vida movimentada, em um ambiente mais cosmopolita e deseja estar inserido na multiculturalidade (com vasta inclinação às raízes latinas), Miami-Dade é o lugar. Além de Miami, cidades como Hialeah, Aventura, Sunny Isles Beach e Miami Beach também são bons lugares para viver.

Famílias ou pessoas que buscam um estilo de vida mais tranquilo e imersão na cultura norte-americana, Fort Lauderdale, Sunrise, Pompano Beach, Hollywood e Pembroke Pines – todas no condado de Broward – são opções mais prudentes.

Você prefere a efervescência de Miami ou a tranquilidade de Fort Lauderdale? Seja qual for a sua escolha, estou à disposição para ajudá-lo na busca pela residência perfeita na Flórida. Fale comigo, Désirée Ávila Wilcox – sua corretora de imóveis na Flórida, pelo e-mail desiree@corretoraflorida.com ou pelo celular/Whatsapp (+1) 954-993-4246 para um atendimento personalizado e objetivo.