A mãe que carrega em seus braços filhos adotivos de outras pátrias e faz das diferenças culturais ingredientes especiais para a mesma receita. Assim é Miami, eclética, cosmopolita e diversificada, com um gostinho de latinidade que corresponde a mais de 70% da população, de acordo com dados do United States Census Bureau.

Com tantos imigrantes, não é de se estranhar que a população tenha se dividido naturalmente em comunidades ao longos dos anos, transformando Miami em um pedacinho de suas casas. É o caso de Little Havana, criada nos anos 1960 pelos exilados cubanos, e Little Haiti, formada predominantemente por imigrantes haitianos e de outras regiões do Caribe.

Little Haiti possui uma localização privilegiada, ao lado de Wynwood, um dos bairros mais artísticos e descolados de Miami, e do Upper East Side. Margeado pela I-95 e pela Biscayne Boulevard, duas das principais rotas da cidade, de Little Haiti é possível chegar rapidamente a Miami Beach.

A boa localização não tem passado batido quando o assunto é valorização imobiliária. De acordo com um relatório divulgado pelo Zillow em janeiro deste ano, Little Haiti é uma das apostas de migração, influenciada principalmente pela saturação das regiões mais próximas do mar e do entorno da Biscayne Bay.

Embora não seja detentor do título de bairro mais visitado ou dos imóveis mais buscados em Miami, as autoridades de Miami-Dade, em conjunto com os líderes comunitários de Little Haiti, têm se mobilizado para transformar a região em referência gastronômica, cultural e turística. Um dos grandes destaques é o Caribbean Marketplace – que ilustra a foto de capa deste artigo – um complexo cultural que envolve artesanato, folclore, música e gastronomia caribenha. Mesmo recebendo todo tipo de cultura em sua vizinhança, o que torna esse bairro tão especial é que cada cantinho se mantém fiel às suas raízes.

Com muitas construções antigas, o bairro vem gradualmente recebendo novas construções e passando por algumas reestruturações. Ao contrário dos condomínios de design ultramoderno que se destacam na Brickell, a maior parte dos imóveis de Little Haiti não perdem o charme da sua arquitetura, ora inspirada no estilo mediterrâneo, ora inspirada no colorido das ilhas caribenhas.

Residências atualmente à venda em Little Haiti.

Para saber mais sobre esse distrito cultural e artístico que vem conquistando cada vez mais espaço entre investidores e residentes, entre em contato comigo: Désirée Ávila Wilcox – sua corretora imobiliária na Flórida – pelo e-mail desiree@corretoraflorida.com ou pelo celular/Whatsapp (+1) 954-993-4246.