desiree-avila-corretora-de-imoveis-na-florida

Financiamento de imóveis na Flórida é um assunto que interessa muita gente. A maior parte das pessoas que busca meus serviços de corretora – até mesmo os residentes locais – não tem conhecimento sobre as particularidades e os detalhes deste mercado. E isso não é problema algum! É justamente para orientar e passar o máximo de informações precisas que trabalho em parceria com prestadores de serviços e empresas bem conceituadas.

Com a ajuda da CrossCountry Mortgage, representada por Felipe Tolomelli, agente de crédito da companhia, respondemos várias dúvidas levantadas pelos nossos clientes relacionadas ao financiamento de imóveis nos Estados Unidos para residentes (norte-americanos ou estrangeiros que vivem no país há mais de dois anos).

+ Financiamento de imóveis nos EUA para brasileiros

Qual o primeiro passo para a compra de um imóvel na Flórida?

A primeira coisa a fazer, depois de encontrar um corretor de imóveis, é conseguir uma pré-qualificação junto ao banco. O serviço do agente financeiro é analisar as alternativas disponíveis e viáveis de financiamento para orientar o cliente quanto processo de compra da casa. Esse passo é de extrema importância porque, sem saber o valor do crédito disponível, não temos como saber o valor do imóvel que você poderá comprar.

“Cada cliente é único”, afirma Felipe Tolomelli, que realiza o atendimento inicial através de e-mail ou WhatsApp para esclarecer as inúmeras dúvidas que surgem quando o assunto é financiamento de imóvel, “Informações simples, como saber se a pessoa já reside nos EUA ou se mora em outro país e o tipo de emprego que possui, são peças fundamentais para avaliar o tipo de financiamento possível e adequado para cada um”.

Qual o valor de entrada para a compra de imóvel?

Segundo Tolomelli, o valor de entrada depende do tipo de financiamento. O trabalho que a pessoa exerce e o valor da renda que recebe são alguns dos fatores que determinam o tipo e, consequentemente, o valor da verba disponível. “Hoje em dia, os financiamentos mais comuns para cidadãos americanos e residentes são o FHA Loan e o Conventional Loan. Para o FHA, por exemplo, o valor mínimo de entrada exigida é de 3,5% do preço do imóvel. Para o Conventional, esse valor varia entre 3% e 5%, dependendo também do tipo de residência”, explica Felipe, que complementa ainda que pessoas com pontuação de crédito baixa podem dar uma entrada maior.

A pontuação de crédito afeta o valor do financiamento? E quais são as taxas de juros?

Dependendo do tipo de financiamento, existe um valor mínimo de pontuação de crédito. Para o Conventional Loan, de acordo com Felipe, é possível conseguir um empréstimo com o credit score de 620, “mas se você tiver 640, a taxa já pode ficar um pouco mais baixa”, explica. As taxas de juros são determinadas, além da pontuação do crédito, pelo valor que o comprador vai oferecer de entrada e pelo valor do imóvel. “O valor das taxas é influenciado por vários fatores, daí a necessidade da análise de todas as informações do cliente”, pontua Tolomelli.

+ Como melhorar o crédito nos EUA

Tenho dinheiro em espécie guardado. Posso usá-lo para comprar minha casa?

O dinheiro que você vai usar para comprar seu imóvel precisa estar em uma instituição financeira. A primeira dica de Felipe para quem tem dinheiro em espécie é depositar no banco: “Pode ser na poupança ou em conta corrente, o importante é que dinheiro esteja em um banco”. Tolomelli explica que a quantia em espécie não tem valor para o banco quando o cliente precisa de um financiamento, tanto por questões burocráticas, de ter o seu extrato comprovando o valor em conta, como por questões de segurança, como a possibilidade de lavagem de dinheiro. O ideal, nesses casos, é que você deposite aos poucos, caso a quantia em espécie seja muito alta.

Tenho um “short sale”. Posso financiar outro imóvel?

Cerca de uma década atrás, uma crise financeira avassaladora se instaurou nos Estados Unidos, obrigando muitos investidores do mercado imobiliário a venderem suas propriedades por um valor menor do que haviam financiado sob o risco de afundar nas dívidas. De acordo com Tolomelli, investidores que sofreram a experiência do short sale pode, sim, se qualificar para um novo financiamento. “Dentre os vários programas de financiamento existentes, com certeza existe algum que o cliente se qualificará. Mas é crucial que o cliente declare essa informação ao agente financeiro para evitar problemas”, explica. A mesma regra é válida para as pessoas que passaram por algum processo de falência.

Estou com 65 anos. Ainda posso financiar um imóvel?

Sim. Inclusive, é muito comum nos Estados Unidos a oferta de condomínios +55, designados especialmente para investidores da terceira idade. Alguns fatores são determinantes para a compra da residência, como o valor de entrada e o fato da pessoa possuir outros imóveis, que podem ser analisados com o agente financeiro.

Já tenho uma casa. Posso financiar um segundo imóvel?

Sim, existem financiamentos também para pessoas que já possuem imóvel e desejam investir em um segundo para rentabilizar ou para quem deseja fazer um upgrade e se mudar para um maior.

Confira o bate-papo completo sobre financiamento para americanos e residentes na fanpage Corretora na Flórida e siga a página para ficar por dentro das próximas lives. Em breve, eu e o Felipe estaremos juntos novamente falando sobre financiamento nos Estados Unidos para brasileiro. Envie sua dúvida através da fanpage, dos comentários aqui do blog ou fale comigo pelo WhatsApp (+1) 954-993-4246 ou pelo e-mail desiree@corretoraflorida.com.

desiree-avila-corretora-de-imoveis-na-florida