O mercado imobiliário, há cerca de um ano e meio, era extremamente competitivo nos EUA, principalmente em relação aos imóveis com valores até US$ 350.000. No segundo em que uma residência nessa faixa de preço era colocada à venda, as ofertas pipocavam, gerando uma verdadeira batalha para definir quem levava a melhor e saía com o troféu de comprador. Atualmente a demanda tem sido bem menor, e o que vem acontecendo é que os imóveis estão levando mais tempo para vender. Se você deseja vender sua casa, é bom estar atento às mudanças do mercado, e se quiser obter o melhor preço na negociação, aproveite enquanto é tempo e os ventos ainda sopram a favor. 

Preços altos + taxas de juros crescentes = desaceleração do mercado

Desde que o mercado imobiliário norte-americano começou a se recuperar e as taxas de juros chegaram a 2%, há cerca de quatro anos, as pessoas se depararam com a grande possibilidade de se tornarem proprietárias de imóveis, o que gerou um grande aquecimento no mercado. Conforme a lei da oferta e da procura, a alta demanda fez os preços subirem – em alguns casos chegando aos valores praticados antes de 2008.  

Para os proprietários, o aumento foi extremamente positivo. Do outro lado da gangorra, os compradores sentiram a pressão de adquirir uma casa antes que os preços se tornassem impraticáveis. A consequência dessa pressão foi que os proprietários, ao observar a demanda, definissem preços cada vez mais altos. Os preços altos associados às taxas de juros crescentes diminuíram o poder de compra do consumidor, causando uma notável desaceleração no mercado.

Vender ainda é vantajoso

Se você deseja vender um imóvel, a boa notícia é que o mercado ainda não se transformou em mercado comprador. De acordo com a economista-chefe Danielle Hale, do Realtor.com, “Os sinais apontam para um mercado em transição para o lado comprador, mas, em muitos lugares, ainda há um longo caminho a percorrer até que essa transição esteja completa”

A declaração da economista é clara: ainda há tempo de vender o imóvel e lucrar com a negociação. Contudo, já que as condições sofreram mudanças, é importante ter um plano. Confira abaixo três dicas para vender seu imóvel nesse mercado de transmutação.

3 dicas para vender a sua casa

#1 Defina o preço certo

O preço certo não é o que você acha que sua casa vale, e sim o valor de mercado baseado nas condições do imóvel. Em raríssimos casos o comprador se dispõe a pagar mais do que o valor de mercado, por isso é importante definir um preço justo e que mostre aos possíveis compradores que você está disposto a vender. Se você estabelecer um valor muito alto, estará informando aos compradores que não está interessado na venda.

Para auxiliá-lo na negociação, seu corretor de imóveis pode elaborar um Comparative Market Analysis (CMA – Análise Comparativa de Mercado, em tradução livre), um estudo que pode ajudá-lo na hora de precificar o imóvel. Se você está pensando em vender sua casa na Flórida por conta própria, solicite uma CMA entrando em contato comigo ou clicando neste link (informações do link em inglês). 

#2 Invista no marketing… ou fique em casa

Quer vender sua casa? Então abuse das estratégias de marketing e de todos os canais possíveis para divulgar o seu imóvel com eficácia. O MLS – um diretório de imóveis acessíveis aos corretores – é a melhor estratégia para divulgar a residência para compradores em potencial, mas existem outras ações que você pode utilizar. 

Um corretor experiente vai saber exatamente os canais mais adequados para atingir o público certo e direcionar os interessados ao seu imóvel. Portanto, na hora de escolher um profissional, questione sobre as estratégias de divulgação que ele utiliza. Sem uma boa propaganda, você vai acabar ficando na casa por mais tempo do que deseja. 

Seja para encomendar um bolo ou para comprar uma casa, sempre escolha um profissional experiente!

#3 Contrate o corretor certo!

Existem muitos corretores excelentes espalhados pelo país, mas outros, infelizmente, não são tão bons assim. Se você deseja vender sua casa rapidamente e por um bom preço, você precisa de um agente com experiência na região. Pesquise, converse com vários profissionais e escolha os três melhores antes de bater o martelo – a pessoa certa é aquela capaz de transmitir confiança e a certeza de que sua casa será vendida!  

Vamos conversar sobre o seu imóvel? Fale comigo: Désirée Ávila – sua corretora de imóveis na Flórida – pelo e-mail desiree@corretoraflorida.com ou pelo celular/Whatsapp (+1) 954-993-4246.