O tipos de escolas nos EUA, assim como no Brasil, são pública e privada, certo? Errado! Se essa pergunta estivesse valendo nota, você teria tirado zero. É verdade que nos EUA existem a divisão de escolas públicas e privadas, mas o sistema não se resume a estas duas classificações simples.

Se você vive nos Estados Unidos ou está de mudança para a Terra do Tio Sam e tem filhos em idade escolar, certamente já se deparou como termos como magnet school e charter school. Neste post vamos explicar essas subdivisões com dicas de algumas escolas no sul da Flórida que se encaixam em cada modelo.

Escolas públicas

Escolas públicas tradicionais

As escolas públicas tradicionais são subsidiadas pelos governos municipal, estadual e federal. Os fundos liberados para cada instituição podem variar de acordo com a cidade ou estado, mas, conforme já citamos no post Qualidade das escolas públicas nos EUA, a arrecadação do IPTU em determinada comunidade tem impacto direto na estrutura física e na qualidade de ensino.

As escolas públicas tradicionais precisam seguir algumas regras fundamentais: os professores precisam ter licença para trabalhar em escolas públicas, a instituição para qual cada aluno é encaminhado é definida de acordo com a região em que ele vive, o ensino é gratuito e a instituição em si precisa seguir algumas políticas de currículo e administração.

guia-de-escolas-boca-raton.jpeg

Escolas públicas nota 10:

Cypress Bay High School, em Weston
Boca Raton Community High School, em Boca Raton
Marjory Stoneman Douglas High School, em Parkland

tipos de escolas nos EUA
Um dia regular de study hall na Cypress Bay High School.

Charter schools

As charter schools também são escolas gratuitas, mas são independentes e administradas conjuntamente pelas iniciativas pública e privada. Ao contrário das escolas públicas tradicionais, em que o local de estudo é definido a partir do bairro em que a criança vive, a charter school aceita crianças de fora do chamado distrito escolar, mas as vagas costumam ser muito mais limitadas.

Quando uma escola passa por uma má administração ou atinge notas baixas na avaliação, pode ser fechada. Qualquer empresa, organização ou pessoa pode se habilitar a fundar uma escola do tipo – se o governo garantir a concessão, a escola recebe fundos por um período limitado (de 3 a 5 anos), e se falhar na qualidade de ensino, a concessão de fundos não é renovada e a instituição fecha. Por outro lado, uma escola que já está na ativa há muitos anos demonstra que vem atingindo um nível regular de excelência.

Algumas charter schools oferecem um sistema de ensino diferenciado, como o direcionamento do ensino para determinada área. Além do mais, os professores e o corpo administrativo têm mais liberdade para inovar na política de ensino do que nas escolas públicas tradicionais.

inscreva-se-ao-JOMI

Charter schools nota 10:

Pembroke Pines Charter School, em Pembroke Pines
Doral Academy Charter High School, em Doral
Archimedean Middle Conservatory, em Miami

tipos de escolas nos EUA
Pembroke Pines Charter School

Magnet schools

As magnet schools são escolas públicas tradicionais, mas com programas especializados em determinadas áreas, como tecnologia, ciências ou artes. Elas são instituições públicas operadas por distritos escolares ou por um grupo de distritos, e seguem o mesmo regime administrativo das tradicionais. A maioria das escolas com esse perfil realiza um teste de seleção, uma vez que a procura costuma ser muito grande. Assim como as charter, as magnet schools são abertas para alunos de fora do distrito em que vivem, o que também torna a disputa por vaga mais acirrada.

O diferencial de uma magnet school é o direcionamento acadêmico e a parceria com organizações sem fins lucrativos, empresas e instituições acadêmicas, que proporcionam aos alunos uma melhor visão de mundo e maior integração com a comunidade além da sala de aula.

Magnet schools nota 10:

Alexander W. Dreyfoos Jr. School of the Art, em West Palm Beach
Coral Reef Senior High School, em Miami
McFatter Technical College and High School, em Davie

+ Cidades com as melhores escolas do sul da Flórida
+ Qualidade de ensino nas escolas públicas dos EUA

tipos de escolas nos EUA
McFatter Technical College and High School
Escolas particulares

Escolas particulares tradicionais

As private schools não recebem subsídios do governo, por isso precisam cobrar uma taxa dos alunos que estudam na instituição. Por não terem nenhuma relação com o poder público, essas escolas têm a liberdade de criar seu próprio currículo e regras independentes.

A receita para manter esse tipo de instituição vem das taxas que os pais pagam para manterem seus filhos na escola, assim como no Brasil. Outra forma muito comum nos Estados Unidos de levantar fundos para instituições privadas é através de doações ou de afiliações com instituições religiosas – muitos colégios particulares são católicos, por exemplos, e estão espalhados por todo o país (assim como os cristãos, judeus, e os que seguem sistemas pedagógicos diferenciados, como Montessori e Waldorf).

Por vezes consideradas elitistas, é inegável que as escolas particulares americanas têm um custo, mas não segregativo. Assim como os custos do ensino universitário, o valor a pagar por uma escola particular não é baixo, e quanto mais elevada a série do aluno, mais altas as despesas. Um colégio particular tradicional custa em média US$ 20 mil anuais, podendo chegar, dependendo da instituição e da série, a cerca de US$ 60 mil. Já com o apoio de instituições religiosas, os valores tendem a cair, variando de US$ 4 mil a US$ 10 mil, de acordo com a National Catholic Educational Association.

Escolas particulares nota 10:

Pine Crest School, em Fort Lauderdale
American Heritage School (Plantation Campus e Delray Beach Campus), em Plantation e Delray Beach
Carrollton School of the Sacred Heart, em Miami

tipos de escolas nos EUA
Pine Crest School

Boarding schools

As boarding schools são os que mais se aproximam dos internatos no Brasil. Nesse tipo de escola, além de assistirem às aulas tradicionais, os alunos vivem na instituição (opcional) e participam de programas acadêmicos, esportivos e artísticos. O senso de comunidade a que os alunos estão expostos e o engajamento de alunos, pais e professores fazem com que a escola se torne a casa longe de casa desses estudantes.

Além dos programas acadêmicos diferenciados e mais completos do que nas instituições públicas, o corpo docente das boarding schools geralmente é formado ou complementado por professores de nível universitário, e a pavimentação do caminho para as melhores universidades do país – como as da Ivy League – é um processo mais natural.  A anuidade desses colégios varia entre US$ 45 mil e US$ 60 mil.

Boarding schools nota 10:

Amerigo Boca Raton Saint John Paul II Academy, em Boca Raton
The King’s Academy, em West Palm Beach
Saint Andrew’s School, em Boca Raton

+ Sistema escolar nos Estados Unidos
+ Como matricular os filhos em escolas públicas nos EUA

tipos de escolas nos EUA
Amerigo Boca Raton Saint John Paul II Academy
Qual escola devo escolher?

Essa é uma questão altamente pessoal. O mais indicado é que você conheça as instituições de perto ou pegue referências com pais que tenham crianças nas escolas que você está cogitando colocar seus filhos e veja a pontuação da instituição nos testes de avaliação estaduais e nacionais. Leve em conta também se os valores dos colégios particulares cabem no seu orçamento.

Para ver imóveis próximos às escolas selecionadas, fale comigo: Désirée Ávila – sua corretora de imóveis na Flórida – pelo e-mail desiree@corretoraflorida.com ou pelo celular/Whatsapp (+1) 954-993-4246.