Antes de viajar para qualquer parte do mundo, é muito importante saber quais vacinas são necessárias para entrar no país. Entrar nos EUA, atualmente, não requer nenhuma vacina, mas voos com conexão em outros países podem exigir o Certificado Internacional de Vacinação (confira as exigências para outros países no site da ANVISA), daí a necessidade de estar preparado para não haver riscos de ter sua entrada em solo estrangeiro proibida. E embora sem exigências no momento, as vacinas nos Estados Unidos é um assunto que sempre surge entre os brasileiros que me procuram para buscar imóveis ou que estão de mudança para o país.

Uma dúvida que sempre surge, por exemplo, é se para estudar em escolas públicas americanas o aluno precisa estar em dia com alguma vacina específica. Para esclarecer melhor as questões sobre o tema, o JOMIFlorida conversou com o Dr. Neri Franzon, Clínico Geral e certificado em exames de imigração que atende em Fort Lauderdale há mais de 30 anos e conhecido como “o médico dos brasileiros no sul da Flórida”.

+ Como se adaptar nos EUA: dicas para facilitar as mudanças no seu estilo de vida
+ Melhores cidades para famílias no sul da Flórida

Vacinas nos Estados Unidos: perguntas e respostas
1. O cartão de vacinação do Brasil é válido nos EUA?

Sim, o cartão de imunização brasileiro é válido nos Estados Unidos. Você não vai ter que repetir nenhuma vacina que já esteja marcada em seu cartão com a mudança de país (a menos que esteja faltando alguma dose de reforço).

2. O que os estrengeiros recém-chegados aos EUA precisam para poder tomar as vacinas?

Imigrantes recém-chegados precisam apresentar o cartão de vacinação para que a validade das imunizações sejam verificadas por um profissional habilitado.

3. Como os estrangeiros podem atualizar o cartão de vacinação?

Para atualizar o cartão, os estrangeiros devem se encaminhar ao Health Department ou a uma clínica médica portando o cartão de imunização.

+ Diferenças entre brasileiros e americanos
+ Cidades com as melhores escolas do sul da Flórida

4. Existe alguma vacina que se toma nos Estados Unidos e não no Brasil?

A única vacina que existe nos EUA e não no Brasil é a Tdap (Tetanus, diphtheria, and pertussis). Os EUA exigem uma segunda dose dessa vacina quando as crianças vão para o 7º ano do ensino médio. (E para as crianças estrangeiras que não têm a primeira dose, é importante levar o cartão de imunização para um médico nos EUA para receber maiores orientações).

5. Qual o intervalo entre as doses das vacinas nos Estados Unidos?

O intervalo é o mesmo nos dois países, com exceção da Tdap, que se toma uma dose extra quando a criança vai para o 7º ano.

6. Qual o valor das vacinas nos EUA?

Assim como no Brasil, existem vacinas que podem ser tomadas gratuitamente nos postos de saúde (Health Department) e as que são tomadas em clínicas particulares. Os valores variam entre os tipos de vacinas.

+ Como matricular os filhos em escolas públicas nos EUA
+ Visto de estudante para os EUA: dúvidas sobre o visto e o processo de imigração

Imagem: CDC (Center for Disease Control and Prevention)
7. Para fazer a matrícula de uma criança em uma escola nos EUA, há exigência de algum exame específico ou vacina? 

Para a criança poder ser matriculada na escola, é preciso fazer um exame físico chamado “School Entry Health Exam – DH 3040” e ter o “Florida Certification of Immunization – DH 680” (certificado de imunização) completos.

8. Quanto custa o exame médico?

O valor para o exame médico e a transcrição das vacinas é de US$ 45.00. Esse valor não inclui as vacinas que estiverem faltando no cartão da criança.

Esteja você de mudança para os EUA ou com viagem marcada apenas a passeio, não esqueça de verificar e levar o cartão de vacinação de toda a família.