É provável que você tenha ouvido falar de Parkland por um motivo um tanto negativo: foi lá que, em fevereiro de 2018, um ex-aluno invadiu a Marjory Stoneman Douglas High School com um fuzil, matando 17 pessoas (entre funcionários e alunos). O episódio ainda é recente e certamente jamais será esquecido, especialmente pelos estudantes da escola e pelos residentes do município, mas seria extremamente injusto ter a cidade – que tem tanto a oferecer – associada unicamente a esse fatídico e isolado acontecimento. Apesar da mácula deixada pela tragédia, a população e o governo não têm medido esforços para mostrar que existem muitos bons motivos para viver em Parkland.

viver em Parkland

6 razões para viver em Parkland
1. Bom lugar para famílias

O senso de comunidade entre seus residentes é provavelmente um dos grandes atributos desse lugar. Parkland é uma cidade de apenas 32.000 pessoas, com uma população bastante engajada nos eventos e atividades do município. Esse foi um dos motivos que trouxe a família da colombiana Martina García para Parkland, em 2014, depois de morar em Miami por alguns anos: “Por ser considerada um subúrbio, Parkland traz uma sensação maior de segurança e de participação da população”, afirma. Martina complementa ainda que, após o massacre, as famílias estão ainda mais engajadas. “Se tudo tem um lado positivo, a tragédia serviu para envolver ainda mais as pessoas na vida comunitária e nos laços familiares. A quantidade de pais participando de eventos esportivos e atividades da escola é muito maior. As pessoas passaram a valorizar mais a companhia dos filhos, dos familiares e dos amigos”, explica.

2. Alto nível sócio-econômico

Parkland começou a se desenvolver após a devastação deixada pelo furacão Andrew, em 1992, quando muitas famílias de classe média e alta decidiram reconstruir suas vidas – e casas maiores. Os projetos imobiliários de alto padrão que são visto desde então incluem grandes condomínios fechados (muitos com lagos, campos de golf e áreas de lazer dignas de resorts) e casas de luxo. Enquanto a média de renda anual por família é de US$ 55.000 em nível nacional, em Parkland essa média é de US$ 131.000.

+ As 10 cidades mais ricas do sul da Flórida em 2019
+ Morar na Flórida: como vencer os desafios emocionais com a mudança de país

Clubhouse do condomínio Cascata at MiraLago, em Parkland.
3. Escolas de referência

Com o ensino classificado com notas A e B nas principais escolas, a educação em Parkland é referência no sul da Flórida. Entre as escolas públicas de ensino médio, a Marjory Stoneman Douglas High School continua no topo da lista com conceito A, bem como a Riverglades Elementary School e a Park Trails Elementary School; dentre as instituições particulares, o destaque é para a Mary Help of Christians Catholic School, que vai do ensino infantil à middle school (K-8). De acordo com o ex-prefeito e atual membro da comissão do condado de Broward, Michael Udine, “A vida de Parkland gira em torno das escolas, dos parques e dos espaços públicos. É um lugar de excelência, tanto no ensino como na vida em comunidade”.

4. Parques, recreação e lazer

A cidade possui mais de 13 km de trilhas, calçadões e pistas de caminhada e corrida. Pine Trails Park é um dos parques mais populares da cidade, com pistas, quadras e campos de lacrosse, futebol, beisebol e futebol americano, além de equipamentos de musculação, playground, trilhas, um delicioso píer e um anfiteatro, onde vários eventos são realizados regularmente.

Para os praticantes de hipismo, o Equestrian Center at Temple Park é parada obrigatória. Covered Bridge Park, Doris Davis Forman Preserve, Terramar Park e Liberty Park também fazem parte dos parques que a população pode desfrutar gratuitamente em Parkland.

+ As 5 melhores áreas para viver em Greater Fort Lauderdale
+ Morar na Flórida: os primeiros passos para se mudar para os EUA

viver em Parkland
População curtindo shows no anfiteatro do Pine Trails Park.
5. Proximidade das grandes cidades e estilo de vida de cidade pequena

Apesar da proximidade de algumas das cidades mais populosas e movimentadas do sul da Flórida, como Boca Raton a menos de 25 minutos,  Pompano Beach a 20 e Fort Lauderdale a 30 minutos de distância, Parkland, que margeia o Everglades, conserva na cidade toda a tranquilidade da vida em um lugar tão próximo da natureza. Mas não se engane: apesar de pacata e da atmosfera de cidade pequena, Parkland está longe de ser um lugar parado no tempo. Restaurantes, bares, lojas e serviços de alto padrão estão disponíveis na cidade, mas se você quiser se deslocar e usufruir dos ares da boa vizinhança, o acesso às cidades adjacentes é fácil através da Sawgrass Expy.

6. Custo-benefício dos imóveis

Por se tratar de uma cidade cujo desenvolvimento só começou efetivamente na década de 1990, a cidade continua em construção, o que se traduz em um melhor custo-benefício para comprar imóveis. Em Parkland é possível comprar uma casa suntuosa e bem localizada por um valor menor do que em cidades como Weston, por exemplo.

O borrão de uma tragédia nunca será apagado, mas a escolha de viver em Parkland deve ser feita levando em consideração todos os fatores positivos da cidade – que são muitos! Para conhecer o mercado imobiliário em Parkland e no sul da Flórida em geral, entre em contato comigo: Désirée Ávila – sua corretora de imóveis na Flórida – pelo e-mail desiree@corretoraflorida.com ou pelo celular/Whatsapp (+1) 954-993-4246.